O que é a Dentisteria Estética e Restauradora ?

A Dentisteria Estética e Restauradora trata lesões dos dentes e é responsável pela restauração dos dentes com cárie, pela correção de fraturas e deformidades nos dentes, e pelo branqueamento dentário.

Assim, esta especialidade, além de nos permitir restituir a estética do sorriso dos pacientes, possibilita a eliminação de dores nos dentes e a normalização das funções orais (como a mastigação e a fala).

Quais os Benefícios?

A Dentisteria é uma especialidade muito útil à correção de vários tipos de lesões nos dentes e, assim, contribui para a melhoria das funções orais, nomeadamente a mastigação, e para o incremento da estética facial.

Alívio das Dores de Dentes

Igualmente, todas as lesões de dentes podem traduzir-se em desconforto e dor. O tratamento adequado vai aliviar esses sintomas.

Sorriso Natural

Os materiais dentários de última geração utilizados em restaurações mimetizam perfeitamente a dentição natural.

Melhoria das Funções Orais

A mais pequena lesão de dentes pode originar problemas ao nível da fala e da mastigação. A dentisteria corrige esses problemas.

Opções de Tratamento

NA DDI disponibilizamos vários tratamentos dentro desta especialidade, as mais comuns sendo a restauração de dentes cariados e o branqueamento dentário.

RESTAURAÇÃO DE DENTES COM CÁRIE

A cárie dentária é a doença que mais frequentemente afeta a cavidade oral. É provocada pela ação de bactérias (estimulada por uma alimentação rica em açúcares, pela presença de placa bacteriana, ou até por alterações na saliva e pelas características dos próprios dentes) e se não for tratada pode tornar-se num problema sério de saúde.

 

Além da limitação nas funções orais, como a mastigação e a fala, também pode originar dores intensas e complicações infeciosas com repercussões locais e gerais.

Durante a restauração, a estrutura dentária que se encontra cariada é removida. A cavidade resultante deste procedimento é preenchida com um material restaurador, normalmente composto por resina.

É também possível a substituição de amálgamas antigas (conhecidas por “chumbos”) por este tipo de material (resina), que não pigmenta o dente com uma cor acinzentada e é mais agradável esteticamente.

TRATAMENTO DE FRATURAS & CORREÇÃO DE ALTERAÇÕES DE FORMA E ESPAÇOS ENTRE OS DENTES

A reconstrução de dentes fraturados, a correção de alterações de forma (dentes conóides, por exemplo) e de espaços entre os dentes (diastemas), ou outro tipo de deformidade na estrutura dentária, podem ser efetuadas por restaurações diretas em resina ou restaurações indiretas em cerâmica – as facetas.

Em todos os casos, a melhor opção de tratamento deve ser avaliada pelo médico dentista e discutida com o paciente, de forma ir de encontro às suas necessidades e expetativas.

Um dos objetivos da Dentisteria Restauradora e Estética é garantir a aparência natural e harmoniosa do sorriso dos pacientes. Assim, é nossa prioridade procurar uma reconstrução dentária natural, em que seja impossível distinguir entre os dentes tratados e não tratados a olho nu.

BRANQUEAMENTO DENTÁRIO E REMOÇÃO DE MANCHAS

O branqueamento dentário, tal como o nome indica, é um procedimento para branquear a superfície dos dentes e um método atualmente muito popular para conseguir um sorriso mais bonito. Este tratamento, ao contrário do que é muito comum pensar, não desgasta os dentes nem provoca qualquer tipo de lesão na boca.

Os dentes podem escurecer devido a alguns fatores como o tabagismo e o consumo de café, vinho, refrigerantes e outros.

Já o aparecimento de manchas pode ser condicionado pela ingestão de flúor em excesso ou de determinados antibióticos no período de formação dos dentes. Estas situações podem ser solucionadas com facetas estéticas em cerâmica ou em resina composta.

Existem dois tipos de procedimento de branqueamento dentário:

 

  • Branqueamento com moldeiras (em casa):

Este procedimento recorre a uma moldeira personalizada e feita pelo médico dentista, que é depois enchida com um gel branqueador e aplicada pelo paciente, em casa.

Apesar de “caseiro”, este procedimento tem de ser acompanhado por um especialista, já que será ele a fornecer os materiais e a indicar as especificações do tratamento, tais como a sua frequência, duração e cuidados associados.

 

  • Branqueamento com laser (no consultório):

O dentista aplica sobre os dentes do paciente um gel clareador e aplica, de seguida, o laser que vai promover a atuação do gel e o branqueamento dos dentes.

Uma nota importante é que, no caso dos dentes desvitalizados, o branqueamento dentário tem de ser feito necessariamente no consultório. Nestas situações, o dentista tem de introduzir o agente branqueador no interior do dente e, também, tem de colocar uma restauração provisória durante o período em que o gel está a atuar.

As duas técnicas associadas trazem ótimos resultados.

Perguntas Frequentes (FAQ)

Saiba mais sobre restauração de dentes com cárie e sobre branqueamento dentário. E, lembre-se, consulte sempre um especialista que lhe indique o tratamento mais adequado ao seu caso. Não somos fãs de “soluções caseiras”!

O QUE É UMA CÁRIE DENTÁRIA? COMO POSSO IDENTIFICÁ-LA?

As cáries são provocadas pela ação de algumas bactérias e podem causar a destruição parcial ou total do dente.

 

  • O processo de formação da cárie é lento e, por vezes, sem sintomas.

Inicialmente, aparece uma mancha branca na superfície do esmalte que progride formando uma pequena cavidade. Nesta fase, não há sintomas significativos.

Depois, as bactérias avançam rapidamente e atingem a dentina que, sendo menos dura que o esmalte exterior, é facilmente dissolvida pelos ácidos produzidos pelas bactérias. Neste estágio, os pacientes podem sentir desconforto e sensibilidade no dente ou dores intensas.

A cárie ficará mais e mais profunda, originando sintomas cada vez mais fortes e podendo ser a causa de infeções graves e problemas na saúde geral dos pacientes.

QUAIS AS CAUSAS DAS CÁRIES?

Essencialmente, o consumo de alimentos ricos em carboidratos, como os doces e as bebidas açucaradas, e a qualidade da higiene oral.

Estes (maus) hábitos criam o ambiente ideal para a propagação de bactérias. Estas produzem os ácidos que desmineralizam o esmalte do dente e causam as cáries.

QUAL É A DURABILIDADE DE UMA RESTAURAÇÃO DE UMA CÁRIE?

As restaurações em resina podem durar mais de 10 anos, e as facetas ainda mais tempo.

A durabilidade do tratamento depende sempre de fatores como os cuidados orais do paciente, o seu regime alimentar, se este tem bruxismo, e outros.

QUAIS OS CUIDADOS A TER APÓS A RESTAURAÇÃO?

Além de uma higiene oral cuidadosa, é fundamental evitar uma dieta rica em açúcares e carboidratos.

As visitas regulares ao dentista também são importantes já que permitem avaliar o estado das restaurações e identificar algum desgaste, fissuras ou fraturas (resultantes da mastigação).

COMO POSSO PREVENIR O APARECIMENTO DE CÁRIES?

As regras-base são as seguintes: manter uma higiene oral completa através da escovagem duas vezes ao dia (a escovagem noturna é muito importante) com uma pasta rica em flúor, do uso de fio dentário, e de consultas de higiene oral bianuais; e adotar uma dieta equilibrada e pobre em açúcares e alimentos processados.

O QUE PROVOCA ALTERAÇÕES NA COR DOS DENTES?

Com a idade, os dentes têm tendência a escurecer

No entanto, há certos hábitos diários que podem acelerar a alteração de cor dos dentes, tais como o regime alimentar (consumo excessivo de café, chá, refrigerantes, vinho tinto, entre outros), o uso de tabaco, uma higiene oral insuficiente, e a ingestão de flúor.

O BRANQUEAMENTO DENTÁRIO É SEGURO? PODE ENFRAQUECER OS DENTES?

O branqueamento dentário, quando indicado e seguido por um médico dentista, é totalmente seguro e não enfraquece ou desgasta os dentes.

QUEM TEM SENSIBILIDADE DENTÁRIA PODE REALIZAR O TRATAMENTO?

Sim, pode. O branqueamento não vai causar mais sensibilidade dentária de forma permanente.

Contudo, é possível que, durante o processo de branqueamento, o paciente sinta os dentes um pouco mais sensíveis – o que pode ser prevenido ou minimizado através dos procedimentos recomendados pelo médico dentista.

APÓS O TRATAMENTO, POR QUANDO TEMPO OS MEUS DENTES SE MANTÊM BRANCOS?

A durabilidade deste tratamento depende da alimentação, da higiene oral e dos hábitos tabágicos de cada paciente.

Podemos apontar uma duração média de dois anos. Os dentes podem manter-se brancos ainda por mais tempo se for feita a manutenção do tratamento em casa e com regularidade.

QUAIS OS CUIDADOS A TER DEPOIS DO TRATAMENTO?

Além de cuidados orais reforçados e de visitas regulares ao dentista para a limpeza e destartarização da boca, devem ser evitados alimentos que manchem os dentes. Nomeando alguns, temos o café, o chá, os refrigerantes e o vinho. Também é fundamental não fumar, já que o tabaco é um dos principais responsáveis pelo escurecimento dos dentes.

Para a conservação da cor branca dos dentes após o tratamento, é recomendado o uso de moldeiras com um gel branqueador em casa – este tratamento realizado pelo próprio paciente é muito simples e a sua regularidade é definida pelo médico dentista.

PORQUE NÃO DEVO OPTAR PELAS "OPÇÕES CASEIRAS" PARA O BRANQUEAMENTO DOS DENTES?

Não recomendamos de forma alguma os tratamentos “caseiros” sem supervisão de um especialista.

O branqueamento dentário tornou-se uma área da Medicina Dentária muito popular e já encontramos à venda em farmácias, em supermercados e na internet produtos que garantem branquear os dentes de uma forma segura. Contudo, maior parte desses produtos não foram sujeitos a testes de qualidade e não estão certificados pelas autoridades competentes, podendo causar efeitos adversos como a sensibilidade excessiva.

O médico dentista é a pessoa indicada para recomendar o tratamento dentário ideal para o seu caso e as suas expetativas.